Home / Destaque / PNEUS BKT, NEM O RESTOLHO RESISTE

PNEUS BKT, NEM O RESTOLHO RESISTE

As culturas híbridas, os cortes demasiados curtos e a manutenção incorreta do solo podem causar furos e rasgos. Para este problema cada vez mais comum entre os agricultores, a BKT sugere pneus com compostos específicos, nas gamas dedicadas à colheita e aragem.

 

Conseguiria andar descalço sobre um leito de pregos? Esta imagem permite-lhe visualizar os furos e rasgos causados aos pneus quando atravessam um campo depois da colheita, onde o restolho pode constituir um verdadeiro problema.

As causas são muitas, mas a solução é só uma: utilizar compostos e soluções estruturais que tornem o pneu mais resistente porque a fase imediatamente após a colheira, e a aragem seca, são as condições com maior risco de furos.

 

Os produtores de sementes, como milho, soja, algodão e colza, desenvolveram culturas modificadas geneticamente, as quais se mantêm estáveis e apresentam uma enorme resistência ao vento, suportam variações de temperatura significativas e resistem às doenças e às infeções por parasitas.

Mas o contraponto de uma cultura robusta é restolho robusto e muito rígido, que exige equipamento especial para o corte e, sobretudo, pneus de elevado desempenho e resistência.

 

O restolho danifica os pneus na parede lateral e piso e, acima de tudo, nas ranhuras. Na passagem sobre restolho, a fricção causa a libertação de grandes pedaços de borracha, o que nem sempre pode ser reparado.

Naturalmente, existem técnicas para reduzir ou prevenir o problema: cortar o restolho mais acima durante a colheita, por exemplo, para permitir que o pneu passe sobre o restolho num ponto em que não penetra; ou utilizar aparelhos para desviar o restolho, que empurram os resíduos antes da passagem.

 

Existem também soluções para os pneus, e a BKT procurou introduzir várias formas de minimizar os danos.

As intervenções mais eficazes dizem respeito a compostos específicos e de elevada resistência e a mudanças estruturais no corpo do pneu.

Uma excelente solução passa por utilizar lonas de cima em aramida, uma fibra cinco vezes mais resistente do que o aço e caracterizada por uma resistência elevada à tração. Estas lonas permitem maior uniformidade no produto no solo e garantem melhor resistência a furos.

Dada a sua sensibilidade a esta questão, a BKT trabalha há já alguns anos nos seus pneus diagonais e radiais, oferecendo versões inovadoras com lonas de cima em aramida, isto é, lonas que proporcionam mais resistência ao furo e versões especiais em que o composto garante uma resistência extraordinária contra os cortes.

 

Contra o restolho, furos e cortes, a BKT apresenta as características excecionais do AGRIMAX TERIS, um pneu radial com um composto diferente do concebido para tratores, mais forte e resistente, para as máquinas de cultura e colheita, especialmente as ceifeiras-debulhadoras.

Uma proteção especial para a parede lateral e o ombro reforçado aumentam a resistência e, em consequência, o ciclo de vida deste produto. A capacidade de tração, estabilidade e capacidade de carga elevada são características chave do AGRIMAX TERIS que garantem um excelente desempenho.

Estão disponíveis diversos tamanhos, alguns equipados com tecnologia IF.

 

Na altura da aragem com máquinas normalmente equipadas com pneus “Flotation” para uma melhor distribuição e suporte do peso, a BKT também sugere produtos específicos: o FLOTATION 558 e o FLOTATION 648, pneus diagonais que já são fornecidos de série com o composto Aramid Belted HD para evitar furos, sendo especialmente adequado para restolho difícil.

 

O FLOTATION 558 é um pneu diagonal para ceifeiras-debulhadoras e enfardadeiras redondas, dentro e fora da estrada.

O FLOTATION 648 é especialmente adequado para o transporte no campo e a distribuição.

Ambos dispõem de uma elevada capacidade de tração; o design do piso permite o transporte de cargas muito pesadas a baixa pressão, garantindo assim uma compactação reduzida do solo e a proteção das culturas contra os danos. O perfil arredondado, uma característica destes pneus e típico dos produtos diagonais, é um excelente aliado para o uso no campo.

 

Finalmente, a BKT também oferece pneus radiais para equipamento e atrelados agrícolas, que já incorporam a utilização de diferentes tecnologias para obter resistência ao restolho. Estes incluem, sobretudo nas aplicações com acessórios:

o AW 711, especialmente concebido para a lavoura, tem um composto especial no piso que garante um longo ciclo de vida, em superfícies moles e rígidas; o RIB 713, um pneu cuja estrutura de lonas de cima em aço proporciona extraordinária resistência aos furos; o SR 713, um pneu radial All Steel com tecnologia VF, caracterizado por uma pegada grande para menor compactação do solo; e o I-1, desenhado com um composto resistente ao restolho, para aumentar a sua duração e o desempenho geral no campo.

Check Also

Case IH apresenta portfólio voltado ao agricultor gaúcho durante Expointer

Marca destaca suas soluções tecnológicas e faz pré-lançamento de trator e plataforma de milho   …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.