Home / Destaque / Segmento de máquinas agrícolas está animado com a volta da Expodireto

Segmento de máquinas agrícolas está animado com a volta da Expodireto

O setor de máquinas e implementos agrícolas conta os dias para o início da 22ª Expodireto Cotrijal. A feira simboliza o reencontro das marcas com os agricultores, após dois anos de pandemia.

 

A crise provocada pelo coronavírus impactou na cadeia de suprimentos para as indústrias. Ainda hoje faltam componentes eletrônicos, aço, borracha e plástico. Por outro lado, a demanda seguiu constante devido ao preço das commodities agrícolas em um patamar elevado e com o produtor capitalizado, além das exportações aquecidas.

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), a receita líquida do setor, em 2021, subiu 21,6%, com vendas internas e exportações chegando a R$ 222,4 bilhões. O resultado tem como origem o crescimento de 25,3% das vendas no mercado doméstico, que somaram R$ 168,1 bilhões, e do aumento de 34,2% das exportações, para US$ 9,38 bilhões.

Para 2022, o clima é de otimismo, apesar das dificuldades vivenciadas em muitas regiões produtoras do país em função do clima. Estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) projeta que o agronegócio do Brasil deve crescer 5% até o final deste ano. Um novo ânimo parte do retorno das feiras agropecuárias, que permitirão o reencontro da indústria com o seu público-alvo.

Feira é estratégica

Conforme o diretor de vendas da Massey Ferguson, Alexandre Stucchi, a feira é um momento que proporciona a conexão entre a marca e produtos com um número maior de produtores, bem como, a possibilidade de apresentar todo o portfólio, permitindo a interação com o agricultor.

“A Expodireto Cotrijal, nesse contexto, é estratégica e importante para que possamos voltar a nos aproximar dos produtores rurais do Rio Grande do Sul, um dos principais celeiros de nosso país. Após dois anos sem participar de feiras agrícolas, estamos animados com a possibilidade de apresentar os destaques do portfólio de produtos da Massey Ferguson, com soluções inovadoras e tecnológicas”, afirma Stucchi.

Conexão com o produtor

Para o diretor de Mercado Brasil da New Holland Agriculture, Eduardo Kerbauy, a Expodireto Cotrijal permite levar ao agricultor gaúcho e do resto do país as melhores novidades em tratores, colheitadeiras, pulverizadores, enfardadeiras, plantadeiras e soluções para a agricultura digital, proporcionando condições para que o agro brasileiro produza cada vez mais.

“O retorno das feiras é importante porque, acima de tudo, nos permite o contato direto com os produtores, de poder olhar nos olhos de cada um e apresentar as tecnologias que estamos desenvolvendo para trazer maior produtividade com menor custo de operação para o cliente”, relata Kerbauy.

Tecnologia e inovação são fundamentais

O diretor de Marketing de Produto da Case IH para a América Latina, Rodrigo Alandia, destaca que as feiras são importantes para o setor agrícola porque permitem contato mais direto com os agricultores, para que eles conheçam e tenham apoio de especialistas quanto às soluções oferecidas.

“A Expodireto é uma feira que foca em tecnologia e negócios, pilares que estão alinhados com os da Case IH. Acreditamos que a tecnologia e a inovação são aspectos fundamentais para o aumento da eficiência e da rentabilidade no campo e é por esse motivo que trabalhamos dia a dia, para levar as melhores e mais completas soluções para o aumento da produtividade com ótimo retorno de investimento”, afirma Alandia.

Oportunidade única

O diretor de vendas da Valtra, Alexandre Vinicius Assis, ressalta que as feiras agrícolas são primordiais e uma oportunidade única, pois possibilitam a interação com o produtor rural a fim de entender suas demandas e apresentar tecnologias e soluções em maquinários com foco sempre em alavancar a produtividade.

“Em especial a Expodireto Cotrijal é uma feira importantíssima, está localizada em uma região estratégica do nosso segmento agrícola, abrangendo diferentes perfis de produtores rurais, agregado a uma estrutura e organização do evento que faz dela uma referência no Brasil. Além disso, a dinâmica da feira também é importante para a sociedade local, pois além de representar aquecimento econômico regional, fomenta a modernização do agronegócio, agregando valor e conhecimento”, disse Assis.

A feira
A 22ª edição da Expodireto, promovida pela Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial, traz como grande novidade uma plataforma virtual. De 7 a 11 de março, a feira acontece de forma presencial no parque de exposições, em Não-Me-Toque, mas também poderá ser acessada através da Expodireto Digital, que possibilitará uma experiência de visitação aos principais ambientes físicos do parque. Os expositores ocuparão o tradicional espaço físico, mas também terão oportunidade de apresentar suas novidades em estandes digitais.

A Arena Agrodigital, que estreou com sucesso em 2020, será ampliada em 2022, com 26 estandes para empresas, quatro espaços para hubs de inovação e 10 para startups, além de programação de palestras em estrutura multipalco. Expositores e programação estarão tanto no ambiente físico quanto no virtual.

 

Check Also

PULVERIZADORES AGRÍCOLAS: O TRABALHO EM SEGURANÇA E CONFORTO É TAMBÉM UMA QUESTÃO DE PNEUS

Escolher o pneu certo pode ajudar os operadores  a otimizar o seu trabalho: seja no …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.