Home / Destaque / Banco CNH Industrial tem sua classificação de crédito reafirmada no Brasil

Banco CNH Industrial tem sua classificação de crédito reafirmada no Brasil

Rating da instituição financeira foi reafirmado como AAA pela Fitch Ratings, uma das maiores agências mundiais de classificação de risco de crédito

 

 

A Fitch Ratings classificou, no último dia 17 de agosto, os Ratings Nacionais de Longo e Curto Prazos do Banco CNH Industrial Capital S.A. em ‘AAA (bra)’ e ‘F1+(bra)’ (F1 mais (bra)), respectivamente. A perspectiva é estável, segundo a agência. A Fitch Ratings é um dos maiores players mundiais de classificação de risco de crédito.

 

Na opinião da agência, o Banco CNH Industrial no Brasil é uma subsidiária estrategicamente importante para o grupo CNH Industrial pois suporta as operações do grupo no País, um mercado considerado estratégico para a operação global, principalmente no segmento de máquinas agrícolas. Ainda segundo a Fitch Ratings, a integração operacional e comercial entre a instituição e o grupo é importante, uma vez que o Banco CNH Industrial desempenha o papel de banco cativo das montadoras pertencentes ao grupo, importância demonstrada principalmente em momentos de inconsistência econômica. As taxas de penetração do Banco na venda de máquinas e veículos mantiveram-se altas e estáveis.

 

“Mesmo diante do atual cenário econômico, a carteira de crédito do Banco CNH Industrial apresentou um crescimento de aproximadamente 15% em junho desse ano, comparado ao mesmo período de 2019. Este resultado foi favorecido por um crescimento relevante na originação de crédito em todas as nossas linhas de negócio, com destaque para os equipamentos de construção que tiveram o maior crescimento nesta comparação contra o mesmo período de 2019”, informa o Presidente do Banco CNH Industrial – Heberson José de Goes.

 

O modelo de negócios do Banco CNH Industrial tem como foco o financiamento de clientes e concessionárias nas linhas de negócios e marcas que compõem o grupo. Em junho de 2020, as operações de financiamento de máquinas agrícolas representavam 52,1% do total da carteira de crédito, seguidas pelo segmento de construção civil (12,3%) e veículos comerciais da marca IVECO (10,5%). Além disso, a instituição financia o estoque das concessionárias Case, New Holland e IVECO (24,0%) e recebíveis da montadora (1,1%).

 

Outro destaque, segundo a agência, foi a inadimplência do Banco, que se manteve controlada, mesmo em meio ao ambiente operacional deteriorado, por conta da pandemia de coronavírus e considerando a sazonalidade de

vencimentos concentrada no primeiro semestre.

 

A Fitch destaca em seu relatório a redução da dependência de repasses do BNDES na concessão de crédito, 64% do total do funding, comparado a 75% no ano anterior, o que, combinado às incertezas desde o início da pandemia de coronavírus, fez com que o Banco CNH Industrial elevasse sua liquidez, por meio da emissão de instrumentos de mercado como Depósitos a Prazo com Garantias Especiais (DPGE), além de Letras de Crédito Agrícolas (LCAs) e CDBs, por meio de sua base de distribuidores parceiros. Ao final do primeiro semestre, os ativos líquidos do Banco totalizavam BRL 812 milhões, ou 22% dos depósitos totais.

 

Em 2020, a instituição financeira ocupa o primeiro lugar no ranking geral do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre os bancos de montadora, além do primeiro lugar no ranking Moderfrota, também do BNDES.

 

 

Check Also

VENCEDORES do Prêmio Machine of the Year Brasil®2020/2021

O Prêmio Machine of the Year Brasil® anunciou em LIVE especial os produtos vencedores em …

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.