Home / Noticias / John Deere aposta em agricultura conectada para a Expodireto Cotrijal 2018

John Deere aposta em agricultura conectada para a Expodireto Cotrijal 2018

Foco é apresentar as soluções completas em otimização de maquinário e de operações, além de suporte às decisões agronômicas

A agricultura brasileira tem passado por uma série de mudanças para tornar os sistemas de produção nacionais mais competitivos e otimizados. Um exemplo disso é a introdução tecnológica no campo, por meio da agricultura de precisão. Graças a ela, agricultores são capazes de potencializar a produtividade, reduzir custos de produção e melhorar a qualidade dos alimentos, sem a necessidade de expandir a área de produção. Segundo dados da Secretaria Executiva da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), aproximadamente 67% das propriedades agrícolas do País fazem uso de algum tipo de tecnologia na gestão de negócios, no cultivo ou colheita da produção.

A John Deere trabalha para conectar máquinas, tecnologia, pessoas e inteligência para maior eficiência e rentabilidade de forma sustentável, impulsionando, desta forma, a agricultura de precisão no País. Para mostrar o portfólio que possui em soluções de otimização de maquinário e de operações, além de suporte às decisões agronômicas, a empresa participará da 19ª edição da Expodireto Cotrijal 2018. O evento será de 5 a 9 de março, em Não-Me-Toque (RS), cidade localizada a 280 quilômetros da capital gaúcha.

A feira está entre os principais eventos agropecuários do País. “Ela tem papel de destaque no setor dada a relevância da região Sul no segmento agrícola, principalmente, pela atuação de pequenos e médios produtores, além da agricultura familiar”, afirma Rodrigo Bonato, diretor de Vendas da John Deere Brasil.

Por exemplo, hoje a região detém o primeiro e o segundo lugares na produção de trigo do País com os Estado do Paraná e do Rio Grande do Sul, respectivamente, conforme dados de estudo publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O levantamento também mostra que a estimativa de produção do trigo para a safra deste ano é de 4.039 mil toneladas, no Sul. Em 2017, a safra foi de 3.638 mil toneladas, o que representa um aumento de 11%, em relação à safra passada.

A expectativa de crescimento da produção reflete o otimismo do mercado de maquinário agrícola. Para Bonato, a retomada no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), acompanhada da queda na taxa de juros e da confirmação de linhas de crédito mais competitivas devem atrair mais clientes e estimular as vendas. Para este ano, a expectativa de público é maior do que os 240 mil visitantes de 2017, segundo os organizadores.

Além disso, a área plantada de grãos tem crescido no estado com rotação da cultura do arroz, devido a novas variedades resistentes a excessos hídricos e manejo mais eficiente com uso da tecnologia de agricultura de precisão.

“Já são 300 mil hectares de soja sendo plantadas no Rio Grande do Sul em rotação com arroz, com um potencial de chegarmos a 1 milhão de hectares, o que trará uma renda de R$ 3,2 bilhões para o setor”, afirma Eduardo Martini, gerente de Vendas da

 

Inovações tecnológicas no estande

Durante a feira, os participantes poderão conferir os principais equipamentos e serviços da John Deere por meio de suas soluções completas em preparo de solo, plantio, tratos culturais e colheita.

Para o preparo do solo, a Série 5 é conhecida pela versatilidade e por apresentar máquinas para trabalhos em pequenas propriedades como cultivo de grãos, hortaliças, frutas e criação de gado. A Série 6 é de tamanho médio e voltada para agricultores que buscam durabilidade e flexibilidade aliadas a um desempenho produtivo significativo. A Série 7 possui robustez e tecnologia para operar em grandes propriedades e trabalhar em culturas como grãos, cana-de-açúcar e algodão. Por último, a Série 8 apresenta o trator mais potente produzido no Brasil, o 8400R. Ele apresenta tecnologia de ponta e alta performance em todas as culturas e etapas do ciclo de produção.

As tecnologias destinadas ao Plantio também são atrações importantes no estande da John Deere. As plantadeiras da série 1100 com sua versatilidade aplicáveis a todos os tamanhos de produtores e tipos de terreno, também as plantadeiras da série 2100 com o Sistema SeedStar™, com taxa variada e desligamento automático de linhas, garantem o máximo de tecnologia nessa fase do ciclo de produção. E completando o portfólio, as já consagradas plantadeiras da Série DB que trazem o máximo de eficiência com tecnologia no plantio.

Os Pulverizadores 4630 e 4730 trazem as mais modernas soluções para as aplicações na lavoura. Equipados com piloto automático e desligamento de seções, garantem a melhor precisão com destaque para o novo sistema de transmissão do pulverizador 4630, especialmente criado para melhorar ainda mais a capacidade de subida de rampas dessa máquina.

Já para proporcionar rapidez no plantio, principalmente em tempos de janelas curtas, a John Deere lança na Expodireto, por meio da sua marca GreenSystem™, o DN 1006, um equipamento de alta precisão e tecnologia voltado para a distribuição de corretivos e nutrientes sólidos a taxa fixa ou variável, formando uma solução de plantio de alta performance em conjunto com a plantadeira DB, gerando maior agilidade ao plantio.

No espaço reservado para dinâmica de máquinas, bem em frente à entrada principal da feira, os visitantes poderão ver o Trator 8R com tecnologias como Piloto Automático, iTec Pro™ que faz as manobras de cabeceira sem intervenção do operador e JDLink™, que é o monitoramento remoto da máquina e sua operação, tudo isso funcionando de maneira On-line e com acompanhamento em tempo real no estande principal da John Deere na feira.

ADRIANO LEAL fotografia

Já em termos de soluções para colheita, a John Deere apresenta as colheitadeiras S400 para pequenas e médias propriedades e as S550 e S670 para médias e grandes propriedades. No caso das S400, o maquinário foi desenvolvido após análise das demandas dos produtores nacionais e traz como principal diferença a substituição da tecnologia saca-palha pelo rotor, mais moderno e que entrega maior performance, facilidade operacional, menor índice de perdas, melhor limpeza e qualidade do grão com resultados efetivos na colheita.

Outro ponto é que as S400 se adaptam às características locais de terrenos da região Sul com um relevo mais acidentado. “Com a aplicação das soluções integradas John Deere, o produtor obtém vantagens no custo operacional das máquinas e tem a capacidade de melhorar o desempenho da propriedade por meio da economia de combustíveis e manutenção correta de peças, aumentando a produtividade no campo”, afirma Marcos Balsan, especialista em Soluções para Colheita da John Deere Brasil.

Soluções completas

O estande da John Deere na Expodireto Cotrijal ainda contará com dois equipamentos da divisão de Construção, a escavadeira 210G e a retroescavadeira 310L, equipamentos que podem ser utilizados em diversas aplicações agrícolas. Enquanto a escavadeira pode atuar na movimentação de cascalho e manutenção de represas, a retroescavadeira pode ser utilizada na abertura de valas, manutenção de estradas e canais de irrigação, por exemplo.

Além disso, as máquinas da linha amarela que estarão presentes na Expodireto possuem outros benefícios, como força de escavação incomparável, alta velocidade e torque de giro, no caso da escavadeira, enquanto a retroescavadeira é um equipamento adequado para todos os tipos e tamanhos de propriedade. Por fim, a feira representará a primeira participação do distribuidor da divisão de Construção da John Deere para o Estado, a Verdes Vales, que já possui uma tradição respeitável no segmento agrícola, com lojas espalhadas por importantes regiões do Rio Grande do Sul.

“O foco é mostrar que todo o maquinário desenvolvido pela empresa é equipado com ferramentas intuitivas, que oferecem análises integradas e planejamentos proativos, por meio de um design interessante e fácil”, conclui Martini.

Pós-Vendas

A John Deere conta com mais de 270 pontos de vendas no Brasil, sendo que cada local é responsável por oferecer serviços de otimização, manutenção preventiva, além de disponibilização de peças e serviços para garantir que as máquinas atinjam o potencial máximo. Todo o serviço é focado em assegurar respostas rápidas e inteligentes aos clientes, de forma a atestar a manutenção do equipamento com produtos originais John Deere.

A empresa também oferece produtos da linha Reman. Nela, os componentes originais são desmontados, remanufaturados, reconstruídos e testados com condição de garantia e performance de peças novas. Para os clientes, o procedimento garante menor custo de aquisição, redução de tempo de máquina parada no campo e diminuição do impacto ambiental.

A John Deere é a primeira empresa do segmento agrícola a oferecer este tipo de modalidade de compra aos clientes com peças remanufaturadas, que possuem a mesma garantia das novas e mesma performance, mas com uma redução de até 30% nos preços.

Check Also

Marispan

Marispan lança carregador frontal para tratores de até 40cv

A Marispan, empresa especializada na fabricação de implementos para tratores agrícolas e adubadeiras para lavouras …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *