Home / Noticias / AGCO adquire a área física da IIAA

AGCO adquire a área física da IIAA

A AGCO, líder mundial em concepção, fabricação e distribuição de soluções agrícolas, informa que fechou acordo comercial para a compra do espaço predial da unidade da IIAA – International Indústria Automotiva da América do Sul, em Canoas, no Rio Grande do Sul. A companhia IIAA continuará utilizando parte do espaço para operar seu negócio de caminhões, uma vez que a AGCO não pretende usar de imediato toda a área adquirida.

A AGCO não fala em números de investimento, mas aposta na expansão de sua fábrica como estratégia para fortalecer a presença no Sul do País. Há planos futuros de modernizar a fábrica e, desse modo, aumentar a linha de produção e o portfólio de produtos. A aquisição foi uma oportunidade de garantirmos a futura expansão”, afirma Julio Escossi, VP Financeiro AGCO América do Sul.

O Rio Grande do Sul foi o primeiro produtor nacional de máquinas e implementos agrícolas, e Canoas se tornou um importante polo industrial. Hoje, é o segundo maior PIB do Estado e o terceiro maior do sul do Brasil. “Estamos na cidade desde 1969, por meio da Massey Ferguson. Nada mais apropriado do que analisar as oportunidades regionais para mantermos nossas metas e contribuir para o crescimento da economia local”. “A companhia acredita no potencial do mercado da América do Sul, por isso, aproveitou a oportunidade de compra das instalações”.

A AGCO na América do Sul, por meio de suas marcas Massey Ferguson, Valtra, Challenger e GSI, possui mais de 700 pontos de venda. No Brasil, a companhia é líder em exportação e detém cerca de 50% do market share. Para este ano, a expectativa é de que as receitas obtidas a partir da atividade no campo continuem a crescer, considerando como fatores a necessidade de oferta de grãos e de carne para atender à demanda mundial e os recordes de produção agrícola e pecuária.

Check Also

Bayer assina acordo para vender parte dos negócios da Crop Science para a BASF por EUR 5,9 bilhões

O pacote inclui o negócio global de glufosinato de amônio e parte das atividades de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *