Home / Destaque / Pulverizadores piratas invadem o mercado e prejudicam produtores

Pulverizadores piratas invadem o mercado e prejudicam produtores

Por Paulo Henrique Bueno,  gerente de produto da linha de pulverizadores tratorizados, Máquinas Agrícolas Jacto S/A

 

paulo-henrique-buenoEstá sendo muito comum no Brasil a chegada de pulverizadores piratas às propriedades rurais. São pessoas más intencionadas que se passam por vendedores de grandes marcas e falsificam um equipamento que levou anos para ser desenvolvido por empresas de renome no cenário mundial.

As máquinas são praticamente idênticas, obedecem o mesmo design da original, os mesmos padrões de cores e até mesmo contam com o selo das fabricantes. Em alguns casos, essas piratas apresentam algumas peças originais misturadas com falsificadas para tentar enganar de outra forma.

Essa é uma realidade no nosso país, especialmente com o acesso desses “vendedores” em regiões em que predominam a agricultura familiar. Quando o preço é convidativo demais, é preciso desconfiar. Apesar do custo ser menor, o fundamental a ser considerado na aquisição de uma máquina para esse uso é a segurança.

Uma empresa especializada leva anos pesquisando possibilidades para tornar seus produtos mais seguros e desenvolvendo tecnologias que diminuam a exposição dos operadores aos agrotóxicos. Além disso, são anos de teste em campo para comprovar a eficiência dessas ferramentas, até que estejam prontas para serem lançadas no mercado.

A eficiência, aliás, é outra questão. Um pulverizador deve minimamente garantir que a plantação receba os defensivos de forma correta. As tecnologias empregadas hoje, que inclusive já chegaram nas máquinas de menor porte, focadas em agricultura familiar, são capazes de mensurar se as gotas estão espalhadas em toda extensão da planta.

Quando um produtor adquire uma máquina genuína de fábrica, o meio ambiente também agradece, uma vez que estão garantidos todos os dispositivos de segurança sobre a vazão correta de produtos, sem haver desperdício, caso a aplicação seja feita de acordo com as orientações dos especialistas e fabricante.

Os equipamentos piratas tem vida útil mais curta e quando há quebra de uma peça, dificilmente será possível repor o mesmo modelo. Adquirir um maquinário original de fábrica garante peças genuínas para reposição, assistência técnica preparada para fazer ajustes e uma equipe de especialistas capazes de orientar sobre a configuração correta dos bicos, do volume de produto por hectare e das condições climáticas específicas para atender as demandas da sua lavoura.

Por isso, o importante antes de comprar uma máquina é se informar sobre a procedência do vendedor, a confiabilidade da empresa e se os produtos que estão sendo oferecidos fazem realmente parte do catálogo da fabricante. Pergunte para um amigo, um vizinho, busque informações nas concessionárias e revendas mais próximas, navegue pela Internet pelos sites das empresas e pesquise. Com informações em mãos será possível fazer a escolha correta.

 

 

Check Also

Fórum Brasil de Gestão Ambiental – FBGA

De 10 a 12 de julho de 2017, Campinas/SP, realizará o mais importante evento ambiental …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *