Home / Destaque / Valtra lança na 38ª Expointer quatro tratores da Linha BT

Valtra lança na 38ª Expointer quatro tratores da Linha BT

Produzidos no Brasil, os modelos de alta potência, que utilizam a mais elevada tecnologia
disponível no mercado, podem ser financiados pelo Finame.

Referência no segmento de máquinas agrícolas, a Valtra preparou para a 38ª edição da Expointer, realizada em Esteio (RS), entre os dias 29 de agosto e 6 de setembro, o lançamento de quatro versões da família BT. Com desenho arrojado e moderno, os modelos desta linha têm agora capô com design global, faróis que melhoram a qualidade de iluminação e um novo tipo de escapamento, que minimiza o acúmulo de resíduos.

A partir da feira, a linha pesada BT estará disponível nas seguintes potências: BT150 (150cv), BT170 (170cv), BT190 (190cv) e BT210 (215cv). Os tratores vêm equipados com os já conhecidos e confiáveis motores agrícolas AGCO Power turbo de 6 cilindros e com a transmissão HiSix, Powershift de 24 velocidades à frente e 24 velocidades para ré, que permite fazer programações para cada tipo de operação e, se necessário, realizar trocas de marcha de forma muito mais simples, sem o auxílio de embreagem e alavancas de câmbio.

Dentre as melhorias adotadas nas novas versões do BT estão: o aumento da vazão das válvulas de controle remoto, que garantem mais agilidade no campo e melhor performance em qualquer tipo de operação. Além da válvula de levante lateral, que facilita a manutenção e evita desmontagens desnecessárias.

“O novo layout das válvulas de controle remoto, permite que o operador faça as regulagens de dentro da cabine, sem precisar descer da máquina”, destaca Winston Quintas, supervisor de marketing do produto tratores da Valtra.

Vale destacar ainda que os tratores possuem nova opção de eixo dianteiro, que permite que, quando as novas máquinas forem equipadas com sistema de piloto automático, os sensores de ângulo de roda fiquem embutidos, o que garante maior confiabilidade. “Além disso, também estamos disponibilizando a opção de bitolas canavieira que podem atingir até 3 metros, indicados para tratores utilizados em meio ao cultivo da cana”, acrescenta Quintas.

A grande vantagem da Linha BT é que por ser produzida no Brasil, os modelos se enquadram nos programas de financiamento do governo como o Finame.

Conheça um pouco mais sobre a Linha BT da Valtra

Motor AGCO Power

Baixo consumo de combustível e alto desempenho são características do motor AGCO Power da linha 620DS, além do alto torque, que garante uma grande capacidade de recuperação, com baixo nível de ruído, oferecendo excelente conforto operacional.

Design e ergonomia

A linha BT traz um design reformulado aos já conhecidos produtos Valtra. O novo capô, por exemplo, oferece melhor visibilidade de operação (ângulo de visão) e as manutenções periódicas por ser um capô modulado, facilitando a troca de peças individuais caso haja uma quebra, reduzindo o custo de manutenção. Já a cabine é espaçosa e apresenta um amplo espaço interno que associado à posição dos comandos de acionamento de marchas, do computador de bordo, das alavancas de acionamento hidráulico, da tomada de força e do hidráulico eletrônico buscam trazer mais conforto e facilidade de operação. Todos os comandos estão ergonomicamente posicionados e garantem acionamentos precisos e suaves que exigem menor esforço e movimentação, isso faz com que o condutor possa concentrar-se na operação e não no controle do trator e assim trazer um melhor resultado.

Transmissão

A transmissão HiSix, possui Powershuttle e Powershift integrada, possibilita o uso de 24 velocidades à frente e 24 a ré. São quatro grupos sincronizados e automatizados com seis velocidades para cada grupo e possibilidade de reversão acionando apenas uma alavanca posicionada ao lado do volante, sem o acionamento de embreagem. A linha BT apresenta a transmissão mais versátil e moderna do mercado com um ótimo escalonamento de marchas e velocidades atendendo a todas as aplicações e aos clientes mais exigentes.

A possibilidade de uso do computador de bordo para fazer programações de trabalho, que mantenham a rotação e façam a troca de marchas automaticamente, faz com que o operador tenha maior conforto e aumente o rendimento do seu trabalho. Caso a opção seja por fazer a troca manualmente, a mudança de câmbio é feita com um simples “toque”. Alto desempenho, baixíssimo nível de ruído e excelente escalonamento de velocidades são detalhes que fazem a diferença no campo, proporcionando ao operador opções de trabalho que minimizam a fadiga e aumentam a produtividade para cada tipo de operação.

Controle Remoto (hidráulico de trabalho)

A linha BT conta com um sistema de controle remoto de circuito fechado com o uso de bomba de vazão variável e válvula “load-sensing”, que permite o melhor aproveitamento e vida útil do sistema, uma vez que só é enviado ao comando a necessidade exata de óleo e pré-regulado, além é claro de redução e economia no consumo de combustível. Com a reformulação da família, a válvula prioritária possui vazão de 70 litros por minuto e as demais de 120 litros, aumentando, assim, mais de 30% a vazão da geração anterior. Todos os tratores possuem a válvula reguladora de fluxo para melhor regulagem e aproveitamento de óleo.

Sistema de levante Hidráulico Eletrônico (hidráulico de três pontos)

O hidráulico eletrônico tem alta capacidade de levante de 8000 kg, agilidade e precisão na sensibilidade que permitem uma fácil regulagem e operação. A facilidade de ajustes e acionamentos do hidráulico de três pontos localizados no painel lateral da cabine permite que o operador faça as regulagens iniciais de forma rápida e precisa com o mínimo esforço para acioná-la em manobras de cabeceira ou sempre que seja necessário trazendo ganhos significativos de produtividade. Além do acionamento interno, possui botões de acionamento do levante localizados nos para-lamas traseiros da linha BT possibilitando que apenas o operador consiga fazer o engate e desengate de implementos sem precisar de mais uma pessoa para fazer os acoplamentos.

Tomada de Potência Independente (TDP)

A TDP (tomada de força) possui a possibilidade de uso em 540 e 1000 rpm. Vale destacar que tanto a alavanca de acionamento como os botões de liga/desliga estão localizados ergonomicamente no console lateral da cabine. A possibilidade de uso de 540 e 1000 rpm torna a Linha BT, a mais completa e competitiva do mercado, pois atende à todas as operação e implementos que necessitam o uso da mesma. É de fácil operação, proporcionando maior conforto operacional, evitando paradas em manobras e garantindo aumento da produtividade e economia nas aplicações de insumos.

Outros modelos de tratores que integram o portfólio Valtra

A Valtra também leva à 38ª edição da Expointer, os tratores da linha BM, modelos de média potência (entre 106 e 132 cv) que este ano passaram por uma reformulação e ganharam novas versões BM110 e BM125i, a linha oferece muito mais desempenho e robustez. Isto porque o novo sistema hidráulico, que foi redimensionado para vazão de 57,5 litros/minuto, traz melhoria de 11% em relação ao anterior, o que significa que o maquinário está mais ágil, mesmo quando utiliza implementos de três pontos.

Toda linha leve da Valtra também estará à mostra na feira, inclusive o modelo Fruteiro A750F, que no ano passado foi eleito, na Expointer, pelo “Prêmio Gerdau Melhores da Terra”, como o mais indicado para agricultura familiar. A Série A Fruteiro tem quatros versões: o A650F (66cv), A750F (78cv), A850F (85cv) e o A950F (95cv) – o mais potente da categoria. E os tratores da Série A Geração II também tem outras quatro opções: – A650 (66cv), A750, (78cv), A850 (85cv) e A950 (96cv). Todas vêm com sistema de injeção com bomba em linha, que proporciona menor consumo de combustível e baixo custo de manutenção.

Check Also

Fórum Brasil de Gestão Ambiental – FBGA

De 10 a 12 de julho de 2017, Campinas/SP, realizará o mais importante evento ambiental …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *