Home / Tecnologia / TGM desenvolve projeto junto ao setor sucroenergético e batiza de ‘RETROFIT’

TGM desenvolve projeto junto ao setor sucroenergético e batiza de ‘RETROFIT’

Setor_Sucroenergetico_por_um_Brasil_melhorPlanos da TGM para os próximos cinco e 10 anos visam incrementar mais 9,5 GWh de energia elétrica por biomassa e colaborar com o setor
Nos últimos anos, a TGM vem desenvolvendo soluções em geração de energia elétrica através da biomassa, cuja matéria prima hoje é uma das principais fontes provenientes da cana-de-açúcar. E a TGM tem soluções em curto, médio e longo prazo.

De acordo com Antonio Gallati, diretor da TGM, a empresa pode de imediato, a baixo custo e fácil instalação, incrementar o montante de 9,5 GWh de energia elétrica em pelo menos 230 Usinas. Com isso, é possível melhorar a eficiência das plantas, tornando-as mais competitivas e garantir a operação da usina com o compromisso de entregar ao mercado: etanol, açúcar e incrementar a geração de energia elétrica.

“Isto fará com que as indústrias prestadoras de serviços e as fabricantes de equipamentos gerem um grande volume de trabalho e de empregos em toda a cadeia produtiva, contribuindo com o desenvolvimento do país”, afirmou Gallati.

Gallati concluiu ainda que, para materializar todo o trabalho é preciso, no entanto, que haja uma flexibilização nas regras que permitem a conexão das plantas geradoras com as subestações e linhas de transmissões existentes. É necessário também que a remuneração por essa energia, que é definida em leilão, possua valor atrativo de maneira a viabilizar os investimentos.

A TGM já iniciou negociações com seus clientes para que no próximo ano essas usinas possam incrementar a parte da energia gerada através do ‘RETROFIT’ no sistema elétrico nacional.

Sobre a TGM
Sediada em Sertãozinho-SP, com tecnologia 100% brasileira, a TGM possui outras três unidades sendo: Maceió-AL, São José dos Campos-SP e em Nürnberg, na Alemanha. Considerada a maior empresa da América Latina no segmento, a TGM responde pela maior parte das aplicações de turbinas a vapor, redutores planetários e turborredutores no mercado nacional e é a maior exportadora deste segmento. Está presente em mais de 40 países com mais de 550 clientes atendidos anualmente. São mais de 1.000 turbinas, 1.350 redutores planetários, 550 redutores de eixos paralelos, 500 turbinas repotenciadas e mais de 1.500 revisadas. Possui infraestrutura e tecnologia avançadas dentro de um parque fabril moderno e equiparadas às maiores fábricas do mundo. Cerca de 70% da energia elétrica produzida por biomassa na matriz energética brasileira são através de turbinas TGM, sendo responsável por 10,7 GW de potência instalada. Cerca de 30% da cana-de-açúcar esmagada no Brasil passa pelos redutores TGM. A empresa aplica soluções em acionamentos mecânicos e em plantas para geração de energia em termelétricas a Carvão, Biomassa, Resíduos Sólidos Urbanos, entre outras fontes. Além disso, o Atendimento 24hs da Assistência Técnica é realizado de forma ágil e eficiente.

Check Also

Case IH apresenta mundialmente seu primeiro trator autônomo

Exibido nos EUA, Magnum autônomo dá uma visão do futuro da agricultura de precisão.   …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *